Vaga para Agente de Desenvolvimento Comunitário

Vaga para Agente de Desenvolvimento Comunitário
Vaga para Agente de Desenvolvimento Comunitário

17 dezembro, 2018

RECEBA VAGAS NO SEU EMAIL:  
Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site EMPREGO.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos
  1.  Breve descrição da organização:

Istituto Oikos é uma ONG italiana que foi fundada em Milão em 1996 e desde então, realizou vários projetos, na Itália e noutros países, focando-se especialmente na sustentabilidade ambiental e na autonomia econômica das  comunidades locais. A sua missão é ajudar a conservar os ecossistemas favorecendo o desenvolvimento, com inovação, profissionalismo e participação. A ONG trabalha em Moçambique desde

2013 implementando diferentes Projetos de cooperação para o desenvolvimento na Província de Cabo Delgado.

 

 

No âmbito da implementação de um dos seus projectos (Projeto PESCA) em estreita colaboração com UNILURIO e outras Organizações da Sociedade Civil, o Istituto Oikos pretende recrutar para o pessoal do projecto um Agente de Desenvolvimento comunitário o qual desempenhará as seguintes funções principais:

 

  1. a. Organizar e realizar as visitas de monitoramento nas comunidades abrangidas pelo projecto;
  2. Trabalho conjunto com os CCP’s das comunidades abrangidas;
  3. Implementação da abordagem de Áreas Marinhas de Co-Gestão Comunitária/Áreas de Conservação

Comunitária (terminologia de LMMAs em inglês);

  1. Fortalecer e manter altos níveis de responsabilização entre as comunidades e o governo e PNQ;
  2. e. Relatar as atas apropriadas em coordenação com a equipa da PESCA
  3. f. Liderar conjuntamente   com   a Coordenação do   Projecto,   a comunicação efetiva   com todas   as comunidades abrangidas pelo projecto;
  4. Liderar os trabalhos de campo e assegurar a supervisão da implementação das atividades do projeto, através de visitas regulares na zona de intervenção;
  5. Participar em reuniões de coordenação mensal com a equipa do PESCA e assim como da OIKOS Moçambique;
  6. i. Apoiar na organização de reuniões de consulta e workshops com as comunidades, coordenados com a equipa de PESC
  7. Fornecer toda informação necessária para/e apoio na elaboração de relatórios mensais;
  8. k. Suporte na elaboração de material de comunicação do projecto, especialmente fotografias et
  9. l. Suporte no processo de coleta de dados no terreno;
  10. m. Apoiar em quaisquer outras tarefas dentro do projecto PESCA.

 

 

  1. Duração do contrato:

 

 

1 ano, com início no dia 1 de Fevereiro de 2019 e término   no dia 1 de Fevereiro de 2020, incluindo um período probatório de 2 meses.

 

 

  1.  Localização:

 

 

O contratado/a irá desempenhar as suas funções no Distrito do Ibo, Província de Cabo Delgado, onde fará deslocações de trabalho para as zonas de intervenção (Mussemuco, Quirambo, Darumba, entre outras comunidades do Parque Nacional das Quirimbas que são abrangidas pelo projecto).

 

 

  1. Requisitos necessários:

 

 

  1. a. Formação escolar (Ensino Médio Completo);
  2. Experiência de trabalho com comunidades locais em projectos de desenvolvimento, conservação e gestão de recursos como articulador/a e facilitador/a e extensa experiência com consultas comunitária;
  3. Experiência  com  trabalho  com  Conselhos  Comunitários  de  Pesca/Conselhos  Comunitários  de Recursos Naturais
  1. Desejável conhecimento de informática na óptica do utilizador, Microsoft Office Word, Microsoft

Office Excel, Microsoft Office PowerPoint, Windows;

  1. e. Capacidade de planejamento e organização;
  2. f. Conhecimento da língua portuguesa (escrever e ler ao nível para apresentar relatórios técnicos) e língua local Kimwani (falado e escrito);
  3. Forte capacidade de comunicação escrita e verbal;
  4. Vontade de aprender e melhorar o trabalho do dia a dia no sentido crítico. i.     Apaixonado/a na área de conservação.

 

Vai ser valorizada, mais não e imprescindível:

 

  1. a. Conhecimento da língua inglesa;
  2. Grau Universitário relevante: formação em conservação marinha, gestão ambiental, articulação de grupos comunitários; mecanismos financeiros para pequenos empreendedorismos o perspectiva de gênero;
  3. Experiência prévia no âmbito da conservação marinha e pesca, especialmente em trabalho com

Zonas de Veda, implementação de planos de co-gestão etc.

 

  1. Documentos necessários:

 

  • Carta de motivação para a vaga;
  • CV;
  • Certificados de habilitações literárias

 

  1.  Condições do contrato e benefícios:

 

  • Salário adequado em relação a procedimentos internos da OIKOS Moçambique;
  • Férias de 2,5 dias/mês trabalhado
  • Trabalhar directamente com uma equipa inspiradora;
  • Receber apoio e liderança;
  • Fazer a diferença!

 

Como se candidatar

 

Os interessados poderão enviar as suas candidaturas para os seguintes endereços eletrônicos: delsonluisvutane@gmail.com e sara.garciabetorz@istituto-oikos.org (asunto do email: Vaga AGENTE DE DESENVOLVIMENTO COMUNITARIO_Nome) até ao dia 10 de Janeiro de 2019.

VAGAS NÃO SE PAGA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *