Vaga para Conselheiros de Saúde

Vaga para Conselheiros de Saúde
Vaga para Conselheiros de Saúde

5 setembro, 2019

RECEBA VAGAS NO SEU EMAIL:  
Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site EMPREGO.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos
   

ONG internacional procura Conselheiros de Saúde (ATS, APSS&PP, SMI e DREAMS) para trabalhar em Quelimane, Nicoadala, Mopeia, Morrumbala e Derre, para admissão imediata.

Tarefas:

Aconselhamento e Testagem em Saúde na Unidade Sanitária:

·    Aconselhamento & Testagem para HIV aos utentes nas unidades sanitárias e Comunidade

(UATS, ATIP, serviços SMI e maternidade);

·    Rastreio de Tuberculose, Malária, ITS, Hipertensão Arterial, Diabetes, Gravidez de Risco, Cancro Cervical;

·    Rastreio de populações chave, COVs, adolescentes, etc.

Aconselhamento em Adesão para adultos, crianças, mulheres grávidas lactantes positivas nos serviços TARV e PTV

·    Abertura de processo clínico a todos os pacientes HIV+. Acolhimento inicial nos serviços TARV;

·    Realizar aconselhamento aos novos pacientes inscritos nos Serviços TARV (sessões pré-TARV);

·    Realizar aconselhamento aos pacientes em TARV nas consultas de seguimento;

·    Realizar aconselhamento a pacientes que apresentam problemas de adesão e garantir um plano de melhoria (internamento e consultas em diversos serviços);

·    Preencher ficha de seguimento de aconselhamento, reportando informações relevantes quanto a aspectos psicossociais de cada paciente.

Estratégia de Mães Mentoras/ Educadores de par :

●   Garantir que todos os pacientes seropositivos (crianças, adultos, grávidas e lactantes)

sejam alocados em as Mães Mentoras/ educadoras de Par;

●    Abertura de ficha de seguimento individual de visitas preventivas para todos os pacientes seropositivos;

●   Seguimento das actividades das Mães Mentoras: visitas preventivas e buscas;

●   Calendarização dos grupos de Mães para Mães;

●    Emissão de cartões de visita preventiva e buscas para mulheres  grávidas/lactantes e crianças com PCR positivos;

●   Gestão do arquivo clínico dos pacientes;

●   Registos de informação nos livros obrigatórios, TARV, Pré-TARV, VBC, e de APSS/PP;

●    Elaboração  de  relatórios  mensais  e  trimestrais  de  actividades  de  VBC  e  APSS/PP/ Revelação diagnóstica;

Educação para saúde

·    Realizar palestras educativas, sensibilizando utentes de todos os sectores da Unidade Sanitária, nas comunidades e escolas, acerca de mensagens de promoção de saúde;

·    Incentivar a formação de grupos de apoio dentro da Unidade Sanitária (grupo de mães para mães,

GAAC…)

·    Participar eventualmente em actividades de capacitação dos grupos comunitários na comunidade, comunicando mensagens de promoção de saúde, redução do estigma/discriminação, etc;

Trabalho nos Cantos de Saúde Escolar (DREAMS)

·    Promover educação à sexualidade, incluindo violência baseada no gênero

(VBG) em adolescentes e jovens nas escolas;

·    Criar demanda para US nas componentes de saúde sexual e planeamento familiar (PF), assim como integração com serviços de HIV, Serviços Amigos dos Adolescentes e Jovens (SAAJ) e cuidados primários de saúde;

·    Oferecer aconselhamento em PF, promoção do uso correcto e consistente do preservativo masculino e feminino;

·    Promover a demanda e uso dos serviços de SDSR nos adolescentes e jovens nas escolas e nas unidades sanitárias (US);

·    Trabalhar com os educadores de pares nas escolas, de modo a aumentar a procura pelos serviços de ATS;

·    Referir adolescentes e jovens para o aconselhamento e testagem em saúde (ATS), incluindo o despiste de infecções de transmissão sexual (ITS) nas US;

·    Promover uma reflexão por parte dos adolescentes e jovens sobre assuntos relacionados com a vulnerabilidade de jovens face ao HIV e outras ITS;

·    Ajudar os adolescentes e jovens a adoptar comportamentos mais responsáveis em relação à SDSR;

·    Distribuir materiais impressos de informação, educação e comunicação (IEC) para a população apoiada em matéria de ATS, Promoção do Preservativo, PF, e VBG (incluindo os serviços de profilaxia pós -exposição [PPE]).

·    Fazer o preenchimento dos livros de registo do DREAMS;

·    Usar a ferramenta online de registo de beneficiários.

Promoção de visão holística em equipa multidisciplinar nos serviços clínicos apoiado pela FGH

●      Participação regular em encontros de Café TARV de CAD de mães mentoras;

●      Participação e orientação nos grupos de Mães para Mães;

●      Colaborar para o bom andamento das actividades com os demais membros da equipa

(gestores de dados, equipa de saúde, psicólogos e parceiros);

●      Facilitar o fluxo de atendimento e acompanhamento dos utentes entre os diversos serviços da Unidade Sanitária (PNTC, PTV, CCR, Maternidade, etc);

●      Identificar os recursos disponíveis na comunidade e estabelecer sistemas de referência e contra-referência de acordo com as necessidades identificadas e coerentes com a realidade onde actua (cuidados domiciliários, apoio alimentar, assistência jurídica, assistência social, programas de geração de renda).

Qualificações:

●      Nível académico: No mínimo nível básico do SNE ou na área de saúde (10ª classe)

●      Fluência em Português, Sena ou Chuabo (Nota: a entrevista será feita numa das línguas locais);

●      Mínimo: 21 anos de idade;

●      Ser residente no local onde se candidata;

●      Formação  de  pelo  menos  2  anos  de  experiência  de  trabalho  em  processos  de desenvolvimento comunitário de programas de HIV/SIDA (experiência como Conselheiro de Saúde será uma grande vantagem;

●      Experiência com Mãe Mentora, Educadora de Par, ou Conselheira de Saúde merecerá consideração;

●      Experiência de conselheira de saúde, educador de par da escola ou da US, embaixadora ou mentora do DREAMS será vantagem para os candidatos às vagas do DREAMS;

●        Experiências   em   acções   de   fortalecimento   de   vínculos   comunitários   e   sociais,

especialmente de ATS, PTV, HIV e SIDA nas famílias afectadas.

●      Experiência de trabalhar no contexto clínico, na unidade sanitária, comunidade ou canto de saúde escolar.

Os interessados deverão enviar a sua aplicação, CV, certificados, Declaração de residência e cópia de B.I até 06 de Setembro de 2019 no Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Acção Social, Centro de Saúde Local, ou nos Escritórios Distritais da FGH. Apenas serão contactados os candidatos pré- seleccionados de acordo com o perfil desejado. Nota: Na carta de aplicação deve indicar o distrito e uma das 4 áreas a que se candidata (ATS, APSS&PP, SMI e DREAMS). Para os casos do DREAMS, os candidatos devem escolher apenas Quelimane e Nicoadala, onde o programa opera

VAGAS NÃO SE PAGA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *