Vagas para (2) Coordenadores Provinciais de Observação de Saúde

Vagas para (2) Coordenadores Provinciais de Observação de Saúde
Vagas para (2) Coordenadores Provinciais de Observação de Saúde

6 julho, 2020

Digite seu endereço de e-mail:  
Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site EMPREGO.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos

 

 

 

SUBORDINAÇÃO: Na respectiva Província: Ponto Focal do INS (quando tiver na província); Nacional: Chefe do Departamento de Inquéritos e Vigilância do INS e Assessor Sénior de Pesquisa e Avaliação do ICAP

 

O ICAP da Universidade de Columbia é uma organização internacional não governamental que visa garantir o  bem-estar  das  famílias  e comunidades  através  do fortalecimento  dos  sistemas  de saúde  em  todo  o mundo.

 

Em  parceria  com  o  Centro  de  Controlo  e  Prevenção  de  Doenças  dos  Estados  Unidos  e  em  estreita colaboração com o PEPFAR Moçambique e o Instituto Nacional de Saúde (INS), o ICAP apoiará o Governo de  Moçambique  a  monitorar  a  evolução  da  doença  COVID-19  e  relacionadas  nos  níveis  provincial  e nacional,   na detecção rápida dos novos casos nas províncias onde o vírus ainda não está circulando, na monitoria dos casos e no rastreio dos contactos nas províncias onde o vírus começou a circular. O ICAP irá ainda apoiar na condução de avaliações de risco nos níveis distrital, provincial e nacional para orientar as acções de preparação e de resposta a epidemia da COVID-19.

 

Resumo da Posição

 

Ligado  ao  INS,  estará  baseado  a  nível  provincial,  e  trabalhará  em  estreita  colaboração  com  a  equipe provincial  de vigilância  da COVID-19  para fortalecer  e apoiar as actividades  de vigilância  da COVID-19  e relacionadas  a nível provincial  e distrital.  Sob a orientação  do   Chefe do Departamento  de Inquéritos  e Vigilância  do  INS  e do  Assessor  Sénior  de  Pesquisa  e Avaliação  do  ICAP,  o Coordenador  Provincial  de Observação de Saúde trabalhará em colaboração  directa com a Equipes Locais de Vigilância incluindo as distritais para coordenar a gestão diária das actividades de vigilância da COVID-19 e relacionadas incluindo a identificação e manejo dos casos, rastreio dos contactos e na elaboração de relatórios.   O Coordenador Provincial  de Vigilância  será também responsável  por apoiar na formação  e na capacitação  das equipas vigilância nos níveis provincial e distrital e garantirá a conformidade dos documentos regulamentares e dos Procedimentos Operacionais Padrão (POP).

 

Trabalhará  em  estreita  colaboração  com  o  PEPFAR  e  outros  parceiros  nacionais  e  internacionais  que operam  na província  para coordenar  as atividades  de Observação  de Saúde incluindo  vigilância.  Relata semanalmente  sobre  as  atividades  de  vigilância  a  nível  provincial  para  o  Chefe  do  Departamento  de Inquéritos e Vigilância do INS, Assessor Sénior de Pesquisa e Avaliação e à equipe nacional de resposta a COVID-19 e epidemia relacionadas.

 

Esta posição é financiada por uma subvenção.

 

Principais Responsabilidades

 

  • Apoiar na gestão das actividades de Observação de Saúde e Vigilância da COVID-19 e relacionadas a nível provincial, em colaboração com os pontos focais do INS (onde houver) e autoridades locais de saúde.
  • Apoiar a  autoridades  locais  de  saúde  na  identificação  e  organização  das  equipes  de  vigilância distritais para liderar as actividades de identificação de casos e rastreio dos contatos como parte da resposta a epidemia da COVID-19 e relacionadas.
  • Realizar  formações  de  actualização  em  serviço  sobre  o  uso  das  ferramentas  para  a  colheita  de dados dos casos da COVID-19 e relacionadas e seguimento dos contactos.
  • Realizar a capacitação das equipes distritais de gestão da saúde nos reportes de casos da COVID-19

e relacionadas, usando teleconferências e outras modalidades de formação on-line.

  • Realizar visitas de campo para garantir uma recolha de dados atempada e com qualidade.
  • Garantir relatórios de vigilância dos casos atempados e precisos para o INS e ICAP.
  • Apoiar na resolução dos desafios ou problemas que possam surgir durante a vigilância da COVID-

19 e relacionadas nos níveis provincial e distrital.

  • Apoiar as  necessidades  de  comunicação  organizando  reuniões,  teleconferências   e  interações regulares com os actores provinciais, incluindo a autoridades locais de saúde, equipes distritais de saúde e parceiros locais.
  • Preparar relatórios de progresso e outros relatórios, conforme atribuído.
  • Desempenhar outras tarefas, conforme designado.

 

Educação   

 

  • Licenciatura em Saúde Pública, Epidemiologia ou área relacionada à saúde de preferência

 

Experiência, habilidades e qualificações mínimas exigidas

 

  • 3-5 anos de experiência na gestão de projetos de saúde pública
  • Experiência demonstrada na análise de dados para a gestão de programas de saúde
  • Experiência em trabalhar com intervenientes chave, entre os quais o INS e as equipes de gestão de

saúde provinciais e distritais

  • Experiência na supervisão de equipes de gestão, equipas técnicas e de campo
  • Excelentes habilidades de comunicação verbal e escrita em português e línguas locais

 

Requisitos para Viagens

  • Viagens  domésticas  periódicas  pelos  distritos  para  apoiar  na  planificação  e  na implementação  das actividades de vigilância

 

Instruções para a candidatura

 

Os CVs podem ser enviados para o seguinte email: ICAP-Jobs-Mozambique@cumc.columbia.edu

 

  • Prazo para o concurso: 12 de Julho de 2020.

 

 

DURAÇÃO:  Inicialmente  até  30  de  Setembro  de  2020,  com  possibilidade  de  extensão  dependendo  da diponibilidade de fundos.

 

 

NOTA: Estas  são  posições  locais  e  os  candidatos  aprovados  serão  contratados  pelo  ICAP  em Moçambique.

 

LOCALIZAÇÃO: 1 em Cabo Delgado e 1 em Inhambane

 

 

O  ICAP  é  um  empregador  que  apoia  a  igualdade  de  oportunidades,  valoriza  a  inclusão  e  uma  força  de trabalho diversificada. Todos os candidatos qualificados receberão a mesma consideração para o emprego.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *