Vaga para Assistente Administrativa e Financeira

Vaga para Assistente Administrativa e Financeira
Vaga para Assistente Administrativa e Financeira

30 junho, 2021

Digite seu endereço de e-mail:  
Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site EMPREGO.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos

Contexto do Programa

 

 

 

O UNCDF é uma agência especializada das Nações Unidas que opera no país no formato de proximidade com as instituições governamentais, usando sistemas e procedimentos administrativos  nacionais  na  área  de  governação,  desenvolvimento  participativo,

 

gestão de finanças públicas e financiamento a iniciativas dos governos distritais no contexto da resiliência e adaptação às mudanças climáticas. A concepção do modelo programático de implementação do UNCDF baseia-se na sua experiência nos últimos anos especialmente em investimentos locais e subsídios fiscais baseados no desempenho  aos  governos  distritais.  Embora  os  governos  distritais  ocupem  uma posição única para identificar as necessidades locais e promover ainda mais o desenvolvimento socioeconómico, este potencial é coarctado pela falta de recursos necessários para cumprir adequadamente as suas competências e responsabilidades. Neste contexto, o UNCDF, com apoio financeiro da Cooperação Suíça, em colaboração com o Ministério da Economia e Finanças, através da Direcção Nacional de Planificação e Orçamento (DNPO), pretende desenvolver um projecto de apoio a distritos seleccionados da província de Niassa no período 201-2024.

O UNCDF aposta e metodologias que fortalecem a responsabilidade e apropriação dos governos distritais envolvendo as comunidades da área do distrito, bem como todas as práticas que concorrem para aumentar a inclusão de vozes, conhecimento e experiências de desenvolvimento distrital de modo a serem partes dos processos de tomada de decisão.

Propósito

 

 

 

O UNCDF, através do Serviço Provincial de Economia e Finanças (SPEF), pretende recrutar e prover uma assistência técnica (AT) e capacitação às autoridades governamentais distritais locais para garantir um processo de planificação e orçamento participativo adequado, transparente e responsável, e garantir que isso seja feito através dos sistemas nacionais. A AT, para além do SPEF, terá uma acção coordenada com o Serviço Provincial de Obras Públicas e Habitação e com o Serviço Provincial do Ambiente. A coordenação e o apoio técnico de toda a AT serão feitos por via do Ministério da Economia e Finanças através de uma unidade central de AT na DNPO.

 

 

Objectivos e Resultados Parciais do Projecto

 

 

 

O objectivo de desenvolvimento da assistência técnica é reforçar a capacidade institucional dos governos distritais e a capacidade de planificação, orçamento e financiamento do desenvolvimento local, ao mesmo tempo que garante a responsabilidade do governo distrital na gestão dos recursos financeiros a serem canalizados pelo projecto com recurso aos sistemas nacionais. A intervenção irá apoiar o processo de descentralização com especial enfoque no desenvolvimento e teste de um modelo para harmonizar e agilizar as intervenções de desenvolvimento em ambos os espaços – distritos e municípios -, melhorando assim a prestação de serviços em diferentes sectores e áreas de governação local. Almeja-se ir além das intervenções institucionais, esforçando-se para responder às prioridades de nível comunitário por meio de projectos orientados para a subsistência.

Dentro de um objectivo programático mais amplo e abrangente, espera-se que o projecto contribua para o processo de descentralização e sua estratégia de implementação associada nos níveis subnacionais no país.

Nesta  fase,  a  província  de  referência  será  Niassa  cobrindo  de  forma  directa  três

 

distritos (Lichinga, Lago e Mandimba).

 

 

 

 

 

Principais Responsabilidades:

 

 

 

  • Assumir a administração específica do Projecto e certas tarefas inerentes neste domínio.
  •  Assistir na preparação de documentos (cartas, relatórios), bem como registar as entradas e saídas de expediente (documentos diversos, cartas, faxes, e-mail, etc., incluindo organizar e proceder o arquivo de documentos no quadro do UNCDF;
  •  Manter o controlo do período de validade dos contractos do pessoal e informar atempadamente o gestor do programa, sobre o seu término;
  •  Participar na elaboração do orçamento anual e sua actualização periódica sempre que necessário;
  •  Proceder a inventariação e zelar pelo património do projecto em articulação com os escritórios do UNCDF;
  •  Efectuar aquisições de bens e serviços de acordo com os procedimentos do Governo e das Nações Unidas, devendo recolher informação necessária e organizar a documentação relativa aos concursos que sejam realizados a nível do UNCDF;
  •  Assegurar o cumprimento de procedimentos e tramitação necessária tento para o pagamento e levantamento de bens e mercadorias que forem adquiridas no âmbito do UNCDF, em articulação com os escritórios do UNCDF;
  •  Efectuar requisições, registar e controlar os stocks dos consumíveis;
  •  Manter actualizado o ponto de situação dos concursos lançados elaborando, para o efeito, mapas demonstrativos e relatórios sobre as mesmas;
  •  Prestar  o  apoio  necessário  à  organização  de  seminários,  workshops,  e  outras reuniões;
  • Deslocar-se,  sempre  que  necessário,  às  áreas  do  projecto  para  apoiar  e/ou acompanhar a recepção, distribuição e alocação das aquisições do projecto;
  •  Organizar  serviços  de  apoio  contabilísticos  ao  Programa:  manusear  a  conta  do projecto a nível provincial;
  •  Controlar  todos  os  processos  de  pagamento  (fornecedores,  impostos,  demais despesas, etc.);
  • Emitir cheques e submeter à aprovação;
  •  Preparar  os  relatórios  financeiros  e  as  respectivas  reconciliações  bancárias  e submeter a aprovação e envio ao UNCDF;
  • Organizar o pagamento atempado das despesas assumidas pelo Programa e manter registo diário das despesas por categoria e resultado, conforme a metodologia em vigor, e reportar periodicamente ao gestor do Programa;
  • Manter actualizado e organizado o arquivo dos processos contabilísticos bem como assegurar que as despesas a realizar tenham sempre autorização superior;
  • Informar ao gestor do programa sobre o cabimento das despesas a realizar nos limites orçamentais quanto à sua elegibilidade, Segundo os critérios acordados com os doadores;
  • Manter o controlo permanente das contas bancárias, fluxos de caixa, incluindo os movimentos de entradas e saídas de fundos, extractos, saldos, reconciliações bancárias;
  •  Realizar  outras  tarefas  administrativas  e  financeiras  de  rotina  e  todas  demais relacionadas desde que solicitadas pela Coordenação do UNCDF.

 

 

 

Verificar  se  o  projecto  alcança  os  seus  objectivos  estratégicos  com  enfoque  nos seguintes resultados (20%):

 

 

 

  •  O cumprimento integral das regras, regulamentos e políticas internas do UNCDF e
  • PNUD em todos os aspectos da implementação do projecto;
  • A concepção e implementação de estratégias de longo prazo e abordagens para o fortalecimento de mecanismos de financiamento locais;
  •  Fortalecer  as  sinergias  e ligações entre as actividades do UNCDF sobre finanças locais   e   outras   abordagens   para   a   gestão   das   finanças   públicas   locais   e financiamento por outras agências;
  •  Contribuir  para  uma  abordagem  conjunta  das  Nações  Unidas  na  província  de Inhambane e trabalhar para o estabelecimento de mecanismos de colaboração com parceiros potenciais;
  •  Facilitar  a  monitoria  e  análise  do  ambiente  operacional  –  relatórios  mensais, trimestrais e anuais -, incluindo a avaliação dos riscos, e fazer ajustes operacionais rápidos, sempre que necessário, em consulta com a Assistente de Programa do UNCDF em Maputo e do Escritório Regional em Addis Abeba.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prestar apoio para uma melhor gestão e implementação de projectos (30%):

 

 

 

 

  •  Auxiliar    o    Gestor    do   Projecto,   e   as   partes   envolvidas   para   o   melhor acompanhamento do progresso da implementação do projecto, sua avaliação, identificação das limitações e lacunas bem como produzir recomendações adequadas;
  •  Assegurar  a  implementação  correcta  do  Manual  de  Operação  (MdO)  para  a utilização do LDF para FSN (planificação, orçamentação, aquisições, implementação, monitoramento, gestão de contas);
  •  Fornecer treinamento e apoio as autoridades provinciais e distritais com base no MdO;
  •  Analisar  e  avaliar  os  dados  para  garantir  a  implementação  correcta  do  MdO  e recomendar acção correctiva, quando necessário, para cumprir os objectivos programáticos;
  •  Fornecer  apoio  técnico  financeiro  a  equipe  do  projecto  e  do  governo  a  nível provincial e distrital e de outros parceiros de desenvolvimento intervenientes no programa;
  •  Executar  todas  as  outras  tarefas  que  lhe  sejam  atribuídas  pelo  Especialista  do Programa (Maputo) e pelo Gestor do Projecto (Inhambane).

 

 

 

Preparar planos, relatórios e outros documentos relacionados com o projecto (30%):

 

 

 

 

  •  Apoiar  o  Gestor  do  Projecto  e  as  autoridades  provinciais  de  Inhambane  para  a elaboração dos planos anuais e trimestrais de trabalho, relatórios, apresentações do projecto bem como outros documentos relacionados do projecto;
  •  Preparar relatórios mensais de progresso a ser submetidos ao Escritório de Maputo e Escritório Regional em Addis Abeba;
  •  Contribuir com conselhos técnicos para extrair lições aprendidas e boas práticas para uma correcta avaliação final, assim como apoiar os processos de auditoria e relatórios de monitoria.

 

 

 

Estabelecer  e  manter  parcerias  estratégicas  e  implementação  da  estratégia  de mobilização de recursos com foco na realização dos seguintes resultados (20%):

 

 

 

  •  Reforço das parcerias a nível nacional e provincial para o alcance dos resultados do programa;
  •  Contribuir  para  uma  abordagem  coordenada  das  Nações  Unidas  através  do desenvolvimento e fortalecimento de parcerias com as agências das Nações Unidas a trabalharem na província de Inhambane, instituições governamentais, doadores bilaterais e multilaterais, sector privado e sociedade civil para promoção dos propósitos do Programa.

 

 

 

Competências Funcionais:

 

  • Competências Corporativas:

 

  •  Demonstra integridade modelando os valores das Nações Unidas e padrões éticos;
  •  Promove a visão, missão e objectivos estratégicos do UNCDF;
  •  Mostra sensibilidades no âmbito cultural, de género, de religião, raça, e idade;
  •  Trata as pessoas de forma justa, sem favoritismo.

 

 

 

 

  • Competências Funcionais:

 

 

 

Gestão do Conhecimento e Aprendizagem

 

  •  Promove  a  gestão  do  conhecimento  no  PNUD  e  UNCDF  num  ambiente  de aprendizagem através de liderança e esforço pessoal;
  •  Tem   conhecimento   prático   aprofundado   de   questões   de   desenvolvimento multidisciplinar, descentralização fiscal e abordagens para a gestão pública das finanças locais;
  •  Trabalha   activamente   no   fortalecimento   das   capacidades   das   autoridades provinciais e distritais. Age e aplica habilidades recém-adquiridas;
  •  Busca e aplica o conhecimento, informação e melhores práticas dentro e fora do PNUD e UNCDF.

 

 

 

 

  • Desenvolvimento e Eficácia Operacional:

 

  •  Constrói fortes relações com os clientes (principalmente do governo), concentrar-se no impacto e resultado para o cliente e responde positivamente ao retorno;
  •  Capacidade  de  gerenciar  problemas  complexos  de  forma  proactiva  e  eficaz, incluindo respostas ao campo base emergências;
  •  Consistentemente  abordagens  funcionam  com  energia  e  uma  atitude  positiva, construtiva;
  •  Capacidade comprovada formação de equipa, organização e comunicação;
  •  Competências em TI, Word, Excel, PowerPoint e internet.

 

 

 

 

  • Gestão e Liderança

 

  •  Demonstra fortes habilidades analíticas e de gestão;
  •  Demonstra    abertura    à    mudança    e    capacidade    de    gerir    complexidades programáticas;
  •  Capacidade  de  liderar  de  forma  eficaz,  bem  como  habilidades  de  resolução  de conflitos;
  •  Demonstra fortes habilidades de comunicação oral e escrita;
  •  Permanece calmo, sob controle e bem-humorado, mesmo sob pressão.

 

 

 

 

  • Qualificações, Habilidades e Experiência Necessárias

 

  •  Mais de 5 anos de experiência profissional (pós formação) na área de administração e finanças de preferência no serviço público e em projectos de doadores ou ONG’s;
  •  Grau de bacharel ou Licenciatura em áreas relacionadas (Contabilidade, Finanças, Economia, …)
  •  Bom conhecimento de informática (MS Windows, Word e Excel);
  •  Fluente em Português;
  • Conhecimento da língua Inglesa falado e escrito;
  • Proactivo, organizado, comunicativo, paciente e ter espírito de trabalho em equipa;
  • Estar  disposto  a  contribuir  e  a  cumprir  com  os  requisitos  de  segurança  nas actividades a desempenhar.

 

 

 

Como se candidatar

 

Os candidatos interessados poderão consultar os Termos de Referência em www.mef.gov.mz ou nos endereços abaixo para onde deverão, igualmente, ser enviadas as suas candidaturas:

Serviço Provincial de Economia e Finanças de Niassa – Lichinga (no Departamento de Administração e Recursos Humanos – Repartição de Recursos Humanos;

Direcção Nacional de Planificação e Orçamento – Ministério da Economia e Finanças (Av. Julius Nyerere, nº 446, Torre B, 6º andar, Maputo; www.mef.gov.mz).

NB: As candidaturas recebidas após a data de encerramento do presente aviso, não serão consideradas para este ciclo, mas serão mantidas na lista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *