Vagas para (5) Assistentes Comunitários

Vagas para (5) Assistentes Comunitários
Vagas para (5) Assistentes Comunitários

7 setembro, 2021

Digite seu endereço de e-mail:  
Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site EMPREGO.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos

A PSI – Population Services International, é uma ONG sem fins lucrativos e que se dedica ao desenvolvimento de marketing social de produtos e serviços de saúde, com sede na cidade de Maputo e Delegações Regionais nas Provincias de Nampula, Sofala e Gaza. No âmbito do inicio da implementação do Projecto IFPI em parceria com a PI- Pathfinder International, pretende contratar (5) Assistentes Comunitários, altamente experientes em matéria de SSR/PF com Adolescentes e Jovens. Os candidatos selecionados, 3 estarão baseados na Cidade de Nampula e 2 na Cidade/distrito de Nacala Porto; onde terão  as responsabilidades abaixo descritas:

 

SUMÁRIO DE RESPONSABILIDADES:

 

O Assistente Comunitário faz parte da equipa de criação da demanda dentro do Programa IFPI (Improved Family Planning Initiative) e sob a liderança do Gestor de Criação da Demanda IFPI ou Oficial CIP, deverá garantir a implementação, das actividades de criação da demanda de adolescentes e jovens e distribuição comunitária de contraceptivos (CBD) para usuárias de métodos de curta duração no programa IFPI na província de Nampula, bem como criar condições para aumentar a qualidade e impacto das acções.

As responsabilidades específicas compreendem, mas não se limitam no seguinte:

 

  1. Coordenar  uma  equipa  de  Promotores  de  Saúde  Comunitária  (PSC)  das

Associações Comunitárias

  1. a. Implementar as estratégias, abordagens e metodologias de criação da demanda para adolescentes e jovens no Programa IFPI, dentro do espectro programático aprovado, de uma forma proactiva e inovadora.
  2. b. Construir e manter uma equipa de Promotoras de Saúde Comunitária (PSC), nas

Associações Comunitárias, forte, responsável e integrada no projecto, orientada para o aumento da demanda de serviços de SSR para adolescentes e jovens.

  1. c. Organizar o processo de vinculação (documentação) das PSC e assegurar que

estas assinam respeitando o procedimento institucional, e assegurar que elas compreendem o modelo de pagamento por desempenho e a escolha informada.

  1. d. Fazer a formação de PSC das Associações Comunitárias no pacote de criação da demanda, Qualidade de Sessões, uso das ferramentas de criação da demanda e

uso do Aplicativo de Registo de Informação de Criação da Demanda e outras ferramentas digitais de criação da demanda e oferta de serviços de PF.

  1. Realizar o mapeamento da sua área de intervenção e mapear a população

adolescente  e  influenciadores,  junto  das  zonas  das  Unidades  Sanitárias intensivas e não intensivas, a serem cobertos e distribuir as PSC por zonas mapeadas com demanda.

  1. Orientar as PSC na recolha de barreiras de PF nos adolescentes e jovens, usando  os  instrumentos  apropriados:  e  analisar  e  compilar  as  barreiras

levantadas pelas PSC na comunidade.

  1. Apoiar a criação de clubes de adolescentes e jovens com vulnerabilidade.
  2. h. Orientar as PSC uso das ferramentas de criação da demanda e no fluxograma de criação da demanda para adolescentes e jove
  3. i. Coordenar com as PSC/Associações Comunitárias na organização dos eventos

Aquele Papo e garantia da criação da demanda.

  1. j. Coordenar com as PSC/Associações Comunitárias na criação da demanda das

Brigadas Móveis Sincronizadas e Campanhas de Planeamento Familiar.

 

  1. k. Orientar tecnicamente as PSC/Associações Comunitárias na implementação da distribuição comunitária de contraceptivos aos adolescentes e jovens em coordenação com as Unidades Sanitárias do Sistema nacional de Saúd
  2. Requisitar e distribuir os materiais de identificação das PSC.
  3. m. Assegurar condições para  que  as  actividades  de  criação  da  demanda  das PSC/Associações Comunitárias tenham todos os materiais de comunicação e logísticos para a sua implementação.

 

  1. Coordenar o envolvimento de Influenciadores Comunitários nas actividades de criação da demanda
  2. a. Assegurar o  envolvimento  activo  dos  influenciadores  comunitários  (líderes

comunitários, pais e parceiros) na facilitação e criação da demanda.

  1. b. Estabelecer contactos com Líderes Comunitários (integração e facilitação do programa IFPI) na sua zona de acçã
  2. c. Realizar encontros com os Líderes Comunitários para apoio no mapeamento e

apresentação da área de acção da PSC.

  1. d. Formar as lideranças comunitárias em SSR e direitos sexuais e reprodutivos de adolescentes e jovens.
  2. Realizar mapeamento das barriras, mitos, rumores sobre o PF nos adolescentes e jovens  usando  a  ferramenta  SNET  e  partilha-las  com  as  PSC,  lideres  e

Associações para definição de planos de ação.

 

 

  1. Assegurar o estabelecimento e funcionamento das Associações Comunitárias  
  2. a. Servir como ponto de comunicação entre o IFPI e as Associações Comunitária b. Promover acções de aprendizagem de boas práticas dentro das associações.
  3. c. Manter uma relação profissional e respeitosa com as Associações Comunitárias.

 

 

  1. Monitoria de actividades:                                                                           a.  Elaborar planos e relatórios mensais de criação da demanda, da sua área de acção, obedecendo a qualidade necessária e dentro do prazo estabelecido, com

o detalhe de cada PSC

  1. b. Elaborar o  plano  de  supervisão  mensal  e  semanal  as  PSC  e  Associações

Comunitárias.  E realizar  supervisões de  apoio técnico diárias, identificar e avaliar necessidades e desafios destas.

  1. c. Realizar supervisão qualitativa as Promotoras de Saúde Comunitária com base na ferramenta HNQIS e validação de dados de criacao de demanda usando a

plataforma DHIS2.

  1. d. Realizar  encontros   semanais,   em   cada   site,   com   as   PSC/Associações

Comunitárias,  para  analisar  as  acções  de  criação  da  demanda  tendo  em consideração    “sessões,    referências    realizadas,    referência    efectivas,

efectividade e a razoabilidade do desempenho do programa IFPI (Adolescentes

e jovens).

  1. Verificar as senhas de referência validadas nas US pelos Provedores de Saúde das Unidades Sanitárias.
  2. Analisar semanalmente e mensalmente com as PSC/Associações Comunitárias e

as  enfermeiras  das  Unidades  Sanitárias  do  Sistema  Nacional  de  Saúde  os resultados das sessões e referências efectivas.

  1. Analisar com cada PSC o seu desempenho no terreno e usando a Plataforma

Monitoria da Demanda e Qualidade das Sessões.

  1. h. Fazer a  análise  diária  dos  dados  de  criação  da  demanda  no  Power  BI  e

identificar os outliers e partilhar com o Gestor Provincial do Projecto. i.   Recolher as fotografias de trabalho de campo.

  1. j. Documentar mensalmente as inovações e história de sucesso do programa IFPI e partilhar com o Gestor de Criação da Demanda ou Oficial CI

 

  1. k. Realizar outras tarefas que lhe forem atribuídas pelo oficial ou Gestor Sénior de

Criação da Demanda.

 

 

 

QUALIFICAÇÕES REQUERIDAS:

 

  • Nível académico médio em Ciências Sociais, Saúde ou outra área relevante.
  • Experiência comprovada de trabalho em processos de desenvolvimento comunitário em programas de SSR.
  • Experiência em coordenação com o envolvimento da comunidade e geração de demanda para actividades de serviços de PF.
  • Confiança e  capacidade  de  contactos  positivos  com  as  comunidades  e  demais actores sociais, além de muita capacidade diplomática para desenvolver boas relações com estes actores.
  • Capacidade para organizar, planificar e implementar tarefas.
  • Capacidade de  cumprir  prazos,  gerenciar  várias  tarefas  e  trabalhar  em  um ambiente rápido e exigente.
  • Conhecimento das instituições governamentais e não-governamentais, prioritariamente na área de Saúde.
  • Capacidade de comunicação interpessoal.
  • Conhecimento de informática na óptica do utilizador.
  • Fluência em Português e línguas locais da província de Nampula.

 

 

Esta posição terá uma duração mínima de um ano, com uma avaliação a fim de 6 meses.

 

Nota

  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Serão considerada/os somente candidata/os com disponibilidade imediata e com condições de residir nos distritos de Nampula e Nacala Porto .

 

Os candidatos interessados e que reunirem os requisitos exigidos poderão efectuar as respectivas candidaturas, juntando (carta de manifestação de interesse dirigidas ao Representante Provincial da PSI -Moçambique, CV actualizado e cópia do certificado de habilitações), até o dia 15 de Setembro de 2021, fazendo a entrega do envelope fechado no seguinte endereço físico:

 

PSI – Population Services International Escritório Regional de Nampula Avenida Filipe Samuel Magaia n.º 174

Bairro Mutauanha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *