Vagas para Facilitadores Comunitários

Vagas para Facilitadores Comunitários
Vagas para Facilitadores Comunitários

20 julho, 2022

Digite seu endereço de e-mail:  
Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site EMPREGO.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos

A Fundação Aga Khan (AKF) é uma agência de desenvolvimento internacional, e sem fins lucrativos. A AKF está presente em Moçambique desde 2001. Os seus programas apoiam a melhoria sustentável da qualidade de vida de populações desfavorecidas no Norte de Moçambique e incluem intervenções nas áreas da saúde, educação, agricultura, empreendedorismo e mercados, poupanças comunitárias, sociedade civil e governação local.

 

A AKF vai implementar, nos próximos meses,  um novo projectodenominadoComunidades para a Paz (CAP):Promoting Social Cohesion and Inclusive Peacebuilding in Cabo Delgado,com duração de 21 meses,nos distritos de Balama, Meluco, Montepuez e Namuno e irá envolver jovens, mulheres, representantes da sociedade civil e do governo em ações de promoção da coesão social. As actividades do projecto incluem o estabelecimento e fortalecimento de organizações comunitárias, a planificação participativa do desenvolvimento local, eventos culturais, desportivos e de diálogo entre população residente, população deslocada e actores-chave (governo, ONGs, OIs, etc.).

 

Posição: Facilitadores Comunitários

Reporta ao: Gestor de Projecto

Local: Distritos de Montepuez, Balamae Namuno, Província de Cabo Delgado

 

Resumo da Posição:

Os Facilitadores(as) comunitários(as) juntar-se-ão à equipe do projecto e à equipa de sociedade civil na região norte, e também irão trabalhar em estreita colaboração com a equipa da IDES (parceiro de implementação) para assegurar a implementação das actividades deste projecto, nas comunidades selecionadas pelo projecto, dentro dos distritos beneficiários. Os facilitadores serão o principal ponto focal nos locais de reassentamento e comunidades para o projeto, trabalhando diariamente com os membros da comunidade.

 

Principais Deveres e Responsabilidades:

  • Mapear todo o tipo de Comités, associações e outras formas de organização da sociedade civil existentes das áreas de implementação do projecto, desagregadas por tipo de organização, tipo de membros, área de actividade, área/local de intervenção;
  • Apoiar as comunidades locais e as doscentros de reassentamento na criação de comités de desenvolvimento da aldeia (CDAs) e outros comités;
  • Apoiar os comités no processo de planificação e implementação das acções locais;
  • Apoiar os comités no seu fortalecimento e implementação de acções inclusivas que abraçam jovens e mulheres;
  • Apoiar os comités no processo de identificação de necessidades, planificação, implementação e monitoria das acções locais, com as associações locais de agricultores integrados;

·         Apoiar o fortalecimento de capacidades, quer pelas capacitações aos CDAs como pelo apoio na organização das capacitações para os beneficiários nas temáticas que concorram para os resultados previstos do projecto;

  • Apoiar as comunidades beneficiárias a fazerem a selecção apropriada de beneficiários do projecto de acordo com critérios claros e assegurando a transparência;
  • Assegurar a planificação das sessões com os grupos e a implementação das sessões dos grupos;
  • Assegurar o apoio na construção e manutenção de uma excelente rede de parcerias com o governo local, organizações da sociedade civil locais, agentes económicos locais, entre outros parceiros locais;
  • Realizar outras tarefas programáticas e de gestão que possam ser necessárias para alcançar os objectivos do programa ou conforme designado pelo gestor do projecto;
  • Implementar outras acções de engajamento e fortalecimento da sociedade civil que lhe forem indicadas;
  • Cumprir com as políticas de Salvaguarda, de Anti Criminalidade e de Igualdade de Género da AKF.

 

Qualificações e experiência requerida:

  • Nível médio, licenciatura em Ciências Sociais ou desenvolvimento comunitário (constitui vantagem);
  • Mínimo de 3 anos de experiência de trabalho em organizações da sociedade civil ou em projectos comunitários;
  • Experiência de trabalho em mobilização comunitária, diagnósticos rurais, comunitários, formação de grupos de interesse e/ou de grupos focais, facilitação de grupos de alfabetização comunitária, condução de entrevistas na comunidade com grupos focais e com indivíduos, organização e facilitação de grupos de debate, e facilitação de formações;
  • Proficiência na línguaportuguesae em línguas locais Emakua, Shimakonde e Kimwani (mandatório).

 

A AKF visa assegurar que nenhum indivíduo associado à nossa organização, em qualquer capacidade, seja submetido a quaisquer práticas que infrinjam a dignidade humana, e que as actividades sejam conduzidas de acordo com os mais altos padrões de honestidade, integridade e profissionalismo.

 

As cópias dos termos de referência estão disponíveis nos escritórios da Fundação Aga Khan Moçambique, em Maputo – Av. Friederich Engels nr. 967 – Caixa Postal 746 ou Pemba – Av. da Marginal nr. 391. Também podem ser solicitados através do e-mail abaixo.

 

Os candidatos interessados devem enviar uma carta de manifestação de interesse com o nome do projecto acompanhada do Curriculum Vitae. As candidaturas podem ser entregues nos endereços acima mencionados ou enviadas através do seguinte correio eletrónico: hr.akfmoz@akdn.org

 

Data limite para o envio de propostas: Quarta-Feira, 27 Julho de 2022.

Serão contactados apenas candidatos selecionados para entrevista.

Incentivamos a candidatura de mulheres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.