Vagas para (31) Engenheiros Civis

Vagas para (31) Engenheiros Civis
Vagas para (31) Engenheiros Civis

14 setembro, 2022

Digite seu endereço de e-mail:  
Informamos que todas as oportunidades de emprego publicadas no site EMPREGO.INFROMOZ, sem excepção, não implicam qualquer custo para os candidatos

A MD Consultores Lda (MD) é uma empresa de capitais integralmente moçambicanos, especializada em serviços de consultoria, nas áreas económica e social, integração de sistemas, Software de Gestão Integrada (Contabilidade,  Recursos  Humanos,  Produção  e  Operações,  comercial, entre outros), a operar no mercado há mais de 20 anos.

Está a recrutar para o seu cliente, do sector público:

Engenheiro Civil – (31 vagas)

LOCAL DE TRABALHO:

Municípios   de:   Lichinga,   Cuamba,   Metangula,   Mandimba, Marrupa, Quelimane, Mocuba, Alto Molócue, Milange, Gurúe, Maganja da Costa, Dondo, Gorongosa, Marromeu, Nhamatanda, Beira,   Xai-xai,   Macia,   Praia   de   Bilene,   Chibuto,   Chokwe, Mandlakazi

 

Funções

  • Elaborar, implementar e monitorar o Plano Anual de Actividades da área de infra-estruturas, serviços básicos integrados no Plano do Município
  • Apoiar os municípios para garantir a implementação das actividades de infra-estruturas e serviços básicos sejam executadas dentro dos prazos programados e com garantia de segurança, conforto, estética, e respeito ao meio ambiente, higiene e segurança no trabalho e assegurar a solidez e qualidade dos empreendimentos
  • Avaliar e apoiar sistematicamente e produzir informações periódicas sobre a capacidade técnica, para a implementação satisfatória do Projecto na sua área de jurisdição e actuação
  • Monitorar e implementar acções continuadas e modelos para fortalecimento das capacidades locais
  • Supervisionar a actividade da fiscalização e assistência técnica contratada para avaliar o progresso dos serviços, actividades e das obras executadas nos municípios e de forma articulada com os especialistas da equipe provincial
  • Comprovar se da conclusão dos serviços contratados, que incluem estudos, ensaios, projectos e empreitadas para permitir o pagamento com base nos contratos estabelecidos, os relatórios de aprovação dos produtos e as situações de trabalho previamente visados e aprovadas pela entidade competente, a fiscalização e o gestor do contrato
  • Realizar actividades de campo regulares na companhia da equipe técnica municipal, onde decorrem as actividades de obras para controlar e supervisionar a actividade da fiscalização, processos de obras e outros serviços produzindo relatórios circunstanciados respectivos
  • Assegurar que nenhuma obra inicie sem a realização e a aprovação dos estudos gerais e de especialidade (viabilidade, projectos de engenharia) e licenças ambientais requeridos para pacotes de Obras de Infra-estruturas que exijam a componente de salvaguardas ambientais e sociais pelo PDUL
  • Assegurar e organizar as evidências de realização da consulta pública assinada pelos participantes incluindo a liderança loca e outros
  • Supervisionar e avaliar os indicadores de condição mínima e os indicadores anuais de desempenho relacionados à infra-estrutura e aos serviços básicos resultante da actividade do município onde decorrem actividades das áreas anteriormente referidas que incluem, vias de acesso e caminhos pedestres; (ii) pequenas pontes ( pontões) (iii) micro drenagem e controle de erosão; (iv) pequenos sistemas de esgoto (por exemplo, fossas sépticas comunitárias); (v) pequenos sistemas de abastecimento de água (furos e poços de agua); (vii) mercados e, (viii) espaços públicos em geral, para garantir que, sejam executados dentro dos critérios legais de licitação, fiscalização, segurança, estética, qualidade, salubridade e segurança contra, cheias/secas, ventos extremos e terramotos dentre outros eventos
  • Assegurar em coordenação com os especialistas das salvaguardas os aspectos ambientais do Projecto de forma a avaliar os potenciais impactos ambientais, sociais e sugerir medidas mitigadoras
  • Realizar em coordenação com os especialistas das salvaguardas, procurement, a equipe do município, as instituições locais como AIAS, FIPAG, SDPI e outras agências, a criação do Banco de dados do município, sobre preços da construção de referência para estudos, serviços, projectos e execução dos empreendimentos para permitir avaliar os custos das propostas desses serviços ou produtos; e sugerir medidas periódicas de correcção/actualização dos dados
  • Supervisionar e avaliar no estaleiro das obras, a aplicação de procedimentos de Saúde, Higiene e Segurança Ocupacional nas obras de construção civil e obras públicas
  • Assegurar a implementação das recomendações já contidas nos documentos específicos de salvaguardas ambientais e sociais do Projecto nomeadamente: O Quadro de Políticas de Gestão Ambiental e Social (QPGAS), os Manuais Operacionais, Guião de Salvaguardas Ambientais e Sociais, entre outros; Facilitar a coordenação inter-institucional entre os vários actores (município, Assistência técnica, AIAS, FIPAG, SDPI, MITA, MOPHRH e comunidades) na implementação dos Sub-Projectos
  • Apoiar os municípios no preenchimento dos modelos em uso no Projecto
  • Realizar visitas de campo regulares aos Subprojectos em execução no município na companhia da equipe técnica municipal, de forma a monitorar a implementação adequada das obras e cláusulas ambientais e sociais, de saúde e segurança ocupacional dos PGA’s incluídas nos contratos de todas as empresas de construção
  • Realizar reuniões de consulta e acompanhamento junto das comunidades beneficiárias, líderes comunitários e outros intervenientes-chave (a nível Municipal l) para avaliar os impactos das obras e outros resultantes da implantação das actividades do Projecto
  • Assegurar a notificação à PIU Central em coordenação com o Engenheiro Civil Provincial e autoridades locais sobre qualquer incidente na implementação do Projecto relevante para sua Província, e nos respectivos municípios e, para que seja (i) garantida a protecção do público, dos trabalhadores, e do ambiente; (ii) fornecido todo o apoio e compensação necessária; e notificado e assegurado que sejam seguidas as normas de salvaguardas sociais e ambientais do Pais e do Banco Mundial
  • Elaborar relatórios de trimestrais da execução das obras e aplicação das salvaguardas ao nível do Município com vista a proporcionar uma visão geral de sucessos, oportunidades e desafios/lições aprendidas e recomendações que devem ser tomados em conta
  • Prestar relatórios periódicos das actividades realizadas com recomendações sobre a implementação ao nível municipal no âmbito do PDUL. Incluindo a actividade da AT

Requisitos

  • Nível de Licenciatura em engenharia civil e obras públicas e com conhecimentos sólidos sobre questões ambientais e sociais, dando-se maior preferência ao candidato que tiver conhecimentos e/ou especialidade e/ou grau de Mestrado
  • Pelo menos 5 anos de experiência profissional comprovada na gestão de projectos de engenharia actuando no sector público, especialmente relacionado com projectos de infra-estruturas nas áreas de estradas, drenagem, abastecimento de água e saneamento, pequenas pontes, e outras edificações urbanas incluindo gestão de risco de desastres
  • Conhecimentos e uso das normas da série ISO 9000 ou outros afins para a gestão de qualidade de serviços de projecto, construção e produtos e outros na actividade de construção civil constitui uma vantagem
  • Conhecimentos sobre projectos para edificações urbanas sustentáveis constitui também uma vantagem
  • Experiência comprovada de trabalho em simultâneo nos distritos e municípios alinhada com a gestão de programas multissectoriais é uma vantagem
  • Capacidade comprovada de gestão de equipas multidisciplinares de gestores, técnicos e consultores, na implementação de projectos integrados, congregando diferentes actores: públicos, privados, a sociedade civil e a comunidade
  • Pelo menos 2 anos de gestão e monitoria ambiental e de saúde e segurança ocupacional e experiência prévia em projectos que adoptaram as políticas de salvaguarda operacionais do Banco Mundial é uma vantagem
  • Preferência sediado no Município de actuação é uma vantagem
  • Fluência na língua portuguesa, e conhecimentos da língua inglesa falada e escrita.

 

Como se candidatar

 

 

Para concorrer acesse ao link:  https://vagas.mdconsultores-mz.com/vaga?id=71 para se cadastrar até ao dia 15 de Setembro de 2022

OBS: A MD não efectua qualquer tipo de cobrança no processo de Recrutamento e selecção e apenas serão contactados os candidatos seleccionados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.